Denílson: o rei dos dribles no final da década de 90 « Futebol Piada

Denílson: o rei dos dribles no final da década de 90

Denílson: o rei dos dribles no final da década de 90


Denílson de Oliveira Araújo, ou simplesmente Denílson. Este meia-atacante conhecido principalmente por dribles desconcertantes foi um dos grandes jogadores do Brasil no final da década de 90 e início da seguinte. Ele participou das conquistas da Copa América e Copa das Confederações de 1997 e do pentacampeonato mundial em 2002.

Nascido em 24 de agosto de 1977 na cidade paulista de Diadema, Denílson não era muito de ser protagonista na Seleção Brasileira. A não ser em uma conquista muito importante para o nosso futebol, a Copa das Confederações de 1997. Esta competição vale ser destacada devido ao fato de disputarmos novamente o campeonato este ano, e em território nacional.

O jogador revelado no São Paulo foi eleito o melhor da competição, que naquele ano era disputada pela primeira vez, substituindo a antiga Copa Rei Fahd. Com um gol marcado, Denílson impressionou muito na Arábia Saudita para conseguir ser escolhido pela FIFA como o nome do torneio, ainda mais em uma equipe campeã que contava com Ronaldo e Romário como dupla de ataque. O Baixinho foi o artilheiro da Copa das Confederações de 1997 com sete gols – o Fenômeno fez quatro.

Revelado nas categorias do São Paulo, ele foi lançado no time principal em 1994, quando tinha 17 anos. Em 1998, foi vendido ao espanhol Real Bétis por U$ 32 milhões, sendo o então jogador mais caro do mundo. Naquele mesmo ano, esteve presente no vice da Copa do Mundo de 1998.

Além de São Paulo e Bétis, os clubes que Denílson defendeu foram: Flamengo, Bordeaux (França), Al-Nassr (Arábia Saudita), FC Dallas (Estados Unidos), Palmeiras, Itumbiara/GO, Xi Mang Hai Phong (Vietnam) e Kavala (Grécia).

Após a Copa de 1998, o meia-atacante ficou um bom tempo afastado da Seleção, voltando apenas em 2001, sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Apesar do fracasso do Brasil na Copa América de 2001, Denílson foi bem e, participando ativamente dos seguintes compromissos do time verde amarelo, conquistou uma vaga na equipe que foi pentacampeã mundial em 2002.

Quem não se lembra daquela cena em que o jogador é perseguido por vários turcos na semifinal, quando a Seleção venceu por 1 a 0? Reserva naquele grupo, Denílson ainda atuou na decisão, no triunfo por 2 a 0 sobre a Alemanha, entrando no lugar de Ronaldo.

Após passagens por clubes pelo mundo, se aposentou em 2010, após defender o grego Kavala.

Gostou? Curta nossa fan page ;)

Compartilhe este post:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Publicidade
Categorias
Curta Já!
Nossa antiga fanpage com mais de 139 mil fãs foi "gentilmente" deletada pelo Facebook. Motivo: Muito FeedBack negativo. Agora me diz, quando uma página de humor sobre futebol não terá feedback negativo? Ninguém gosta de ver seu time sendo zoado, e sempre tem aqueles que, mesmo sabendo que o blog zoa TODOS OS TIMES em má fase e as vezes até em boa fase, vão lá e denunciam. Fazer o que. Nos resta pedir para curtirem nossa nova fanpage. Contamos com vocês!
Outros posts


© Todos os direitos reservados - 2012 | Futebol Piada

Design por Osmar Mesquita | Programado por Fior.in